Remada Sentado: Conheça este exercício!

A busca por costas mais largas é o foco de muitas pessoas quando procuram uma academia. Principalmente os homens, que gostam de ter uma estrutura de corpo maior e maior postura. O exercício principal que auxilia nesse resultado é a remada sentado. A atividade é a mais indicada para ganhar as costas largas que você tanto deseja.

Quais os músculos que são trabalhados na remada sentado?

Esse exercício trabalha quase todos os músculos ligados às suas costas, como:

  • Músculos dos ombros, chamado de latíssimo do dorso;
  • Músculo da região posterior do tronco e do pescoço, o trapézio.
  • Músculos dos braços, região lombar e cintura escapular.
  • Músculos das pernas (de forma bem leve).

Como fazer a remada sentado?

A forma mais conhecida da remada sentado é a remada baixa sentado. Para fazer, siga o passo a passo:

  • Sente no chão ou no banco e segure os pegadores com os braços estendidos.
  • Puxe os pegadores na direção do peito.
  • Estenda os braços novamente na posição inicial.
  • Preste atenção na distância entre as mãos durante a execução do exercício, pois ela influencia em qual parte do trapézio será mais intenso.
  • Fazer com as mãos mais próximas irá focar na parte interna do trapézio. Já com as mãos mais distantes irá trabalhar mais a parte externa do trapézio.

Você pode escolher também o tipo de pegada para fazer a remada sentado. Cada pegada influência em quais músculos terá mais influência.

  • Remada sentado pegada pronada: trabalha com o trapézio superior e médio. Ao segurar na barra, o dorso de sua mão estará voltado para você.
  • Remada sentado pegada supinada: trabalha com o latíssimo do dorso. Ao segurar na barra, a palma da sua mão estará voltada para você.
  • Remada sentado pegada neutra: trabalha com o trapézio médio e inferior.

Uma outra forma de fazer a remada sentado baixa é a com o auxílio de um triângulo.

Remada baixa com triângulo fechado

esse tipo de remada possibilita uma maior extensão do tronco na fase excêntrica do movimento, pois o triângulo tende a parar pouco antes do tronco. Nesse tipo de remada os músculos mais trabalhos são o músculo latíssimo do dorso e a região lombar. Com ele é possível trabalhar mais da região inferior dos dorsais, mas o trabalho tanto em sua parte central quanto nas partes superiores é perdido.

Remada baixa com triângulo aberta

nele a fase concêntrica é mais valorizada do que a extensão na fase excêntrica. Esse equipamento auxilia na contração dos bíceps e dos músculos dorsais de forma muito mais proveitosa. É possível trabalhar bem todos esses músculos desta forma, mas sempre mantendo um bom controle da altura da puxada para não perder trabalho na região inferior.

Principais erros de execução da remada sentado

É importante lembrar que é necessário sempre tomar muito cuidado na hora do exercício, pois fazê-lo de forma errada pode comprometer muito não só os músculos do seu corpo, como vários membros. Os erros mais comuns que podem ocorrer durante o exercícios são:

  • Postura incorreta: manter a coluna ereta é parte fundamental de qualquer exercício para evitar causar problemas nessa região depois. Mas devido a quantidade excessiva de peso, muitas pessoas acabam com a postura errada e fazem isso sem perceber na maioria da vezes. Por isso é necessário tomar o dobro de cuidado e prestar atenção no seu corpo. Uma dica é fazer olhando para o espelho para observar como está sua postura durante a atividade.
  • Postura inclinada: na remada sentado baixa é permitido um pouco de inclinação da coluna. Mas deve ser feito de forma moderada e do jeito certo. Na hora de puxar os pesos para si, alguns acabam arqueando demais as costas. Inclinar demais pode causar sérias lesões não só na coluna, como ombros e músculos. Então mantenha o corpo verticalmente ereto e não se incline para trás mais do que 10 ou 15 graus.
  • Execução errada: a execução de forma errada pode ocorrer em alguns casos pelas pessoas focarem mais nos bíceps do que nas costas. É preciso puxar completamente a barra até encostar no peito e depois voltar ao máximo alongando os músculos das costas. Você estará fazendo certo se estiver sentindo uma intensidade maior sobre as costas do que o bíceps. Então sempre mantenha a atenção!

É importante destacar que toda atividade física, principalmente no início, deve ser acompanhada por um instrutor que entende do exercício.

Para mais informações assista a este vídeo:

Este artigo foi útil para você? Conta pra gente aqui nos comentários!

Recomendamos para você:

Share this post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar