Alimentação pré e pós treino

Então você decidiu que, a partir de agora, vai mudar de vida para conquistar o corpo dos seus sonhos, o que inclui músculos grandes e fortes. Você já se matriculou na academia e tem uma rotina de exercícios campeã. Você já trocou tudo que fosse processado na sua geladeira por alimentos frescos, como cereais, frutas, legumes e cortes magros de carne. Mas, afinal, o que comer antes e depois dos exercícios? Esclareça suas dúvidas lendo este artigo.

Entendendo os nutrientes

Antes mesmo de investir em uma dieta hiperprotéica na busca da hipertrofia muscular, é preciso entender como agem os nutrientes presentes nos alimentos. Eles estão distribuídos em dois grandes grupos e são classificados por seu tamanho: os macronutrientes, que são as proteínas, os carboidratos e a gordura, e os micronutrientes, que são as vitaminas e os sais minerais. Os dois grupos são importantes para o bom funcionamento do organismo, mas os macronutrientes têm uma função ainda mais importante se você vai entrar na academia.

Proteína – No nosso corpo, as proteínas são os nutrientes responsáveis pela construção e reparação dos tecidos. Quando você faz exercícios em busca de aumentar os músculos, estes sofrem pequenas lesões que são preenchidas por proteínas, se tornando maiores. Você pode encontrá-las na carne, nos ovos, no abacate e no feijão preto.

Carboidrato – Quando consumidos, os carboidratos são quebrados através da nossa digestão até que se transformem em glicose. Ao invés de alimentar a maioria das células imediatamente, no caso dos músculos a glicose fica armazenada na força de glicogênio, como fonte de energia. Pode ser encontrado em massas, cereais e frutas.

Gordura – Embora seja encarada como vilã, o ser humano não sobreviveria sem ela. A gordura é responsável pela formação de diversos hormônios, no transporte de certas vitaminas, na manutenção do sistema nervoso e também serve como fonte de energia. Boas fontes de gordura são o azeite extravirgem, carne de peixe (ômega 3) e castanhas.

Antes do treino

A alimentação antes do treino tem extrema importância. Algumas pessoas acreditam que malhar em jejum pode favorecer seu emagrecimento, mas pode acontecer o contrário: ao invés de gordura, o corpo consome a massa magra. Faça uma refeição uma hora antes da atividade física contendo uma quantidade adequada de carboidratos, para te fornecerem energia suficiente e evitarem sintomas de mal estar, característicos de quem reduz os carboidratos mas continua gastando energia. Um bom exemplo seria misturar duas colheres de sopa de granola, frutas secas como ameixa ou uva passa e um copo de iogurte desnatado.

Após o treino

Os níveis de glicogênio estão baixos e bate aquela fome após o exercício: é preciso repor a glicose que foi gasta e caprichar na ingestão de proteínas, para evitar o catabolismo. A dupla proteína e carboidrato, nesse caso, também elevam a insulina, hormônio importante para a síntese protéica. Um bom exemplo de lanche seria uma omelete com duas claras e uma gema com queijo branco, mai uma colher de sopa de farelo de aveia misturado com uma banana amassada.

0 Compart.

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar