Alimentos ricos em proteínas

As proteínas, depois da água, são os constituintes de maior quantidade no organismo. Elas são importantes nos processos de coagulação sanguínea, na formação de anticorpos, na catalisação de reações químicas, transportam substâncias no nosso organismo, constroem novos tecidos, são matérias-primas para alguns hormônios, entre outras funções. Para entender a importância das proteínas, primeiro deve-se entender que elas estão ligadas a produção de aminoácidos (blocos de formação de proteínas). Estes aminoácidos podem ser essenciais e não essenciais. Os aminoácidos não essenciais podem ser produzidos pelo corpo humano, enquanto os aminoácidos essenciais não são fabricados em nosso organismo, portanto precisamos ingerir alimentos fontes de proteínas para que possamos obter esses aminoácidos essenciais.

Alimentos ricos em proteínas

Alimentação

A alimentação rica em proteínas ajuda a ganhar massa muscular e a queimar gordura, quando aliada à prática de exercício físico. Na musculação, o consumo de proteínas é importante após o treino para evitar lesões e ajudar os músculos a se recuperarem de forma melhor, pois as proteínas ajudam na formação do tecido muscular.

Proteína Animal

As proteínas de origem animal fornecem aminoácidos de alto valor biológico, ou seja, elas contém todos os aminoácidos essenciais em quantidades e proporções ideais para atender às necessidades orgânicas. Além disso, elas são ricas em ferro, cálcio, zinco e vitamina B12. Mas possuem a desvantagem de serem pobres em fibras e ricas em gorduras nocivas, sendo seu excesso, na maioria das vezes, associado á doenças. Os alimentos mais ricos em proteína animal são carne, peixe, ovo, leite, queijo e iogurte.

Proteína Vegetal

As proteínas de origem vegetal são de baixo valor biológico, pois têm uma quantidade menor de aminoácidos essenciais. Mas os alimentos ricos em proteínas de origem vegetal também são muito importantes para quem é vegetariano, para garantir o crescimento dos tecidos, cabelos e unhas, por exemplo. A proteína vegetal é encontrada em feijões, lentilhas, soja, amendoim, grão de bico, ervilhas, amendoim, castanhas, tofu, entre outros alimentos. Mesmo com quantidade menor de aminoácidos essenciais, as proteínas vegetais, em contrapartida, são ricas em carboidratos, vitaminas, fibras, e não possuem gorduras nocivas.

Dieta hiperproteica

Quando se fala em proteínas para perda de pessoa, recomenda-se comer 1,5 gramas de proteína por quilo de peso corporal por dia, sendo uma boa estratégia para aumentar a massa muscular e definir o corpo, especialmente quando é acompanhada de exercícios para hipertrofia muscular. Alimentos ricos em proteína magra, que são aqueles ricos em proteína e que têm baixa quantidade de gordura, auxiliam neste tipo de dieta. Alimentos ricos em proteína de origem vegetal como feijão, grão, favas, lentilhas ou ervilhas e alimentos ricos em proteína de origem animal com pouca gordura como carne de frango e peru sem pele, clara de ovo e peixes magros como a pescada também boa pedida.

Uma das vantagens dessa dieta rica em proteínas é que ela proporciona uma rápida perda de peso mais rápida que uma dieta com consumo de baixas calorias, por exemplo. Enquanto comer uma quantidade diária adequada de proteínas é necessário para aumentar a quantidade de músculos e outros tecidos do nosso corpo, há um debate em curso sobre a utilização e a necessidade de se seguir uma dieta rica em proteínas para fazer musculação para aumentar massa muscular, técnica muito usada por fisiculturistas e nutricionistas para ajudar aumentar massa muscular e, consequentemente, para perder gordura.

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar