Pirâmide alimentar: Qual são os tipos? Aprenda a ter uma alimentação saudável!

Você se lembra o que é uma Pirâmide Alimentar? Esse gráfico com os grupos alimentares e suas importâncias no dia a dia costuma ser mostrado quando ainda somos mais pequenos. Mas apesar dela já ser tão conhecida por nossa memória infantil, hoje em dia existem diversos tipos e suas particularidades. Cada uma segue uma filosofia alimentar, mas em geral a base é a mesma: nos ajudar a saber e entender como devemos nos alimentar de forma mais saudável e nutritiva possível.

O que é a pirâmide alimentar?

Em resumo, a pirâmide alimentar é uma forma de nos ajudar a ter a alimentação ideal ou o mais próximo que podemos chegar nisso. Ela nos mostra os grupos de alimentos e suas quantidades para que o nosso corpo tenha o equilíbrio de todos os nutrientes diariamente.  

Mais especificamente, ela é uma representação gráfica de um modelo alimentar no formato de uma pirâmide. Nela, como é tradicionalmente, há alimentos que ficam em sua base que possui mais espaço, e há outros que ficam na ponta com menos espaço. Ou seja, ela é fatiada por esses espaços e em cada um é presente alguns tipos específicos de alimentos. Da base ao topo, eles são divididos por relevância ou importância para a saúde.

A maioria são divididos entre as seguintes classes de alimentos:

  • Frutas;
  • Carboidratos;
  • Verduras e legumes;
  • Carnes, ovos e grãos;
  • Leites e derivados (laticínios);
  • Óleos, gorduras e açúcares (lipídios).

Alimentos saudáveis

Como funciona?

O funcionamento da pirâmide varia muito conforme a filosofia adotada. Existem diversos tipos que são montadas pensando em hábitos, necessidades e cultura local em que foi criada. Há outras que são conforme pesquisas e orientação médica. Mas a ideia é a mesma: uma pirâmide que possa ser modelo e ajudar cada pessoa a alcançar bons costumes alimentares.

Quais são os tipos?

Se você der uma pequena vasculhada pela internet, vai encontrar inúmeros modelos de pirâmide alimentar com filosofias alimentares distintas. Confira alguns tipos de pirâmides:

Pirâmide alimentar brasileira

Criada em 1999, de lá para cá a pirâmide alimentar brasileira sofreu algumas mudanças para se atualizar conforme a época. O foco dessa pirâmide, além de informar sobre a alimentação ideal do dia a dia, é ser um auxílio para o tratamento de doenças como a anemia e obesidade.

Nessa pirâmide o indicado é o consumo de 2000 calorias diárias e a alimentação sendo feita com o intervalo de 3 em 3 horas. Além da prática de alguma atividade física por pelo menos meia hora por dia. Nessa divisão, os alimentos ficam distribuídos da seguinte forma:

  • Alimentos energéticos: ficam na base da pirâmide, ou seja, no espaço maior. São os tipos de alimentos que devem ser mais consumidos no dia, em 6 porções diárias. Dentre eles estão o arroz, pão, massa, batata e mandioca.
  • Alimentos reguladores: após a base, ficam os alimentos como frutas, legumes e verduras. Eles devem ser consumidos em 3 porções diárias, variando cada item.
  • Alimentos construtores: dentro deste grupos estão o leite, queijo, iogurte, carnes, ovos, feijões e leguminosas. O indicado são 3 porções de leite e derivados e 1 porção dos outros alimentos.
  • Alimentos energéticos extras: ficam no topo da pirâmide no espaço menor e devem ser consumidos com cautela. Nele ficam os alimentos como os óleos, gorduras, açúcares e doces.

comida saudável

Pirâmide alimentar infantil

Logo na infância é essencial criar uma alimentação diária equilibrada. Isso ainda é mais fácil do que nos adultos porque as crianças ainda estão começando a conhecer os alimentos e suas variedades, além da famosa fase de crescimento. A pirâmide alimentar infantil não se difere tanto da brasileira, mas invés de ser dividida em andares, é feita por apenas 3 grupos alimentares: os reguladores, construtores e energéticos. A divisão fica da seguinte forma:

  • Alimentos reguladores: composto pelas frutas, os cereais, as verduras e legumes. Ficam na base da pirâmide e são os alimentos principais para que a criança cresça cheia de saúde e força. São eles um dos principais alimentos para darem vitaminas, fibras, sais minerais e outros nutrientes para eles. Fazendo assim com que a imunidade aumente e melhore o funcionamento intestinal.
  • Alimentos construtores: composto por proteínas de fonte animal, como carnes, ovos, o leite e seus derivados. Eles são importantes na alimentação pois ajudam no desenvolvimento muscular e ósseo da criança.
  • Alimentos energéticos: composto por açúcares, carboidratos e as gorduras. Ficam no topo da pirâmide e deve ser consumidos com moderação. É de costume os pais acabarem sempre comprando balas, biscoitos e salgadinhos a pedido das crianças, mas deve-se ficar atento à esse consumo diário para manter o equilíbrio.

Pirâmide alimentar vegana

Mas como funciona uma pirâmide de alimentação ideal para quem não consome vários itens da pirâmide tradicional? Simples: substituição. Ela segue a mesma ideia da pirâmide apresentada, só que não consome na de origem animal. No lugar do leite, é indicado o consumo do leite de soja, e no lugar do queijo, o tofu e assim por diante.

Você ainda tem dúvidas sobre Pirâmide Alimentar? Deixe o seu comentário!

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 do total de 5)
Loading...

Comentar