Bichectomia: Tudo sobre a cirurgia do momento!

bichectomia

A Bichectomia vem se tornando a cirurgia queridinha para afinar os traços do rosto, ela consiste basicamente na retirada da gordura localizada nas bochechas de ambos os lados, elas ficam localizadas entre as mandíbulas e maxilares e são conhecidas como bolas de Bichat, daí vem o nome da famosa cirurgia que vem ganhando espaço também entre personalidades. Mas antes de optar por essa intervenção, é necessário consultar um profissional especializado, pois ainda há algumas controversas com relação a Bichectomia. Alguns cirurgiões chamam a atenção para as transformações pelas quais essa área passa com o passar dos anos, ou seja, à medida que a pessoa envelhece, a tendência é realmente ter uma perda de gordura nessa área, causando assim um visual mais envelhecido.

Para quem a Bichectomia é indicada

Na prática, a Bichectomia é uma cirurgia plástica voltada para a estética, ou seja, a sua principal finalidade é afinar o rosto, dando um aspecto mais delicado às feições. Apesar de poder ser feita em qualquer pessoa, vale lembrar que o resultado é percebido mais efetivamente naqueles pacientes que tiverem o rosto mais “cheio” por conta do excesso de gordura.

Qual profissional pode fazer a Bichectomia

A Bichectomia é um procedimento cirúrgico, e como tal envolve certos riscos, o recomendado é que ela seja feita por um profissional especializado em cirurgia plástica.

Pré-requisitos para fazer a Bichectomia

Os interessados em se submeter a Bichectomia precisam seguir alguns pré-requisitos considerados básicos, para que não tenham nenhum tipo de problema. São eles:

  • Avaliação médica feita por um profissional, nesse momento o médico irá entender melhor as reais expectativas do paciente, e se elas realmente estão dentro daquilo que a cirurgia poderá proporcionar.
  • Fazer exames pré-cirúrgicos para saber se tudo está dentro do previsto e se não existe nenhuma alteração no funcionamento do organismo. Entre os exames pedidos estão: hemograma completo, glicemia e coagulograma.
  •  Encaminhamento do cardiologista.

bichectomia-kinka

Bichectomia e suas contraindicações

Pacientes que tenham algum tipo de infecção ativa estão proibidas de realizar esse tipo de cirurgia, o mesmo vale para aqueles que possuam uma expectativa fora da realidade para o resultado final. Por esse motivo é muito importante conversar com o médico e saber todas as indicações possíveis.

Como a Bichectomia é realizada? É uma cirurgia perigosa?

A Bichectomia é feita a partir da parte interna da boca, essa é uma maneira encontrada para que ao final não se tenha nenhum tipo de cicatriz aparente, além disso, essa área possui ótimo poder de cicatrização. Após ser aplicada uma anestesia no local, que pode sedar ou não o paciente, o médico irá até as marcas anatômicas a partir do interior da boca, somente dessa maneira é possível encontrar as bolas de Bichat que serão retiradas. Em seguida é feita uma pequena incisão, pela qual elas irão ser removidas, parcialmente ou totalmente, isso vai depender da avaliação médica.

Há casos em que a Bichectomia é feita em conjunto com outro procedimento, como o lifting facial, por exemplo, nesses casos, ao no momento em que a pele é levantada, o profissional aproveita para retirar as bolas de Bichat.

 

Recomendamos para você:

Share this post

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 do total de 5)
Loading...

Comentar