Foliculite: Saiba aqui as causas, os tratamentos e os sintomas

Muitas pessoas reclamam de coceira na pele, vermelhidão e dor, e isso também pode influenciar na sua aparência, incomodando pessoas e até atingindo a autoestima. A foliculite pode trazer diversos incômodos à vida das pessoas, principalmente se não for tratada da maneira correta, pode se tornar grave. Saiba no artigo de hoje o que é, como ela surge, quais os sintomas de quem possui e também os tratamentos mais eficazes, além de formas para evitar.

O que é a foliculite?

Foliculite é uma inflamação aguda ou crônica que acontece nos folículos pilosos, exatamente na parte onde nascem e crescem nossos pelos do corpo. Ela pode aparecer em qualquer folículo piloso, ou seja, em qualquer parte do corpo, porque estamos cobertos por eles, menos nas palmas das mãos, sola dos pés e boca.

A inflamação acontece quando algum agente externo como vírus, bactéria ou fungo se instala no folículo causando uma protuberância com pus e vermelhidão.

O que causa?

Ela é mais comum é a causada por uma bactéria chamada Staphilococcus aureus, essa bactéria se aloja no folículo causando a infecção.

Outro tipo é a causada por ambientes úmidos que contém a bactéria Pseudomona, geralmente presente em banheiras de hidromassagem e piscinas aquecidas quando o cloro e o PH estão desequilibrados.

Obesidade, roupas justas, roupas úmidas, lâmina de barbear, pelos encravados, acne e uso contínuo de antibióticos, furúnculos, imunidade baixa, tudo isso pode contribuir para o aparecimento da inflamação.

Ela também pode ter causas viróticas e fúngicas (Pytirosporum)

Foliculite na barba

Também conhecida por coceira de barbeiro, sua principal causa são os pelos encravados no rosto, geralmente acontece porque o rosto é a região mais oleosa do corpo, o folículo não suporta a quantidade de óleo produzido em excesso e fica “entupido” causando a inflamação. Também acontece porque a pele do rosto dos homens pode ser muito sensível à gilete, causando uma alergia após fazer a barba e consequentemente a inflamação aparece.

Esse tipo de inflamação pode acontecer por causa da instalação da bactéria Staphilococcus aureus, a repetição do ato de barbear-se pode agravar mais ainda a inflamação, causando placas avermelhadas.

Foliculite na virilha

A foliculite na virilha é sofrida mais pelo público feminino, pelo fato do processo de depilação com cera quente na região, depilação com gilete e também o uso de roupas muito justas e umidade nessa parte do corpo, como suor, por exemplo.

A pele da virilha é uma região muito sensível, onde a foliculite causa grandes incômodos ao sentar, causando vermelhidão local, coceira, dor e pus nos folículos inflamados.

Foliculite superficial

Essas são as inflamações menores dos folículos e com tratamentos mais simples e rápidos. Essa é a mais comum.

As principais características são:

  • Pseudofoliculite da barba
  • Foliculite Estafilocócica
  • Foliculite Pitirospórica
  • Foliculite por pseudômonas (foliculite da banheira quente)

Foliculite Profunda

Essa não é a mais comum, acontece em raros casos e por ser mais grave pode se transformar em um furúnculo, exigindo um tratamento médico mais intenso.

As características dessa foliculite são:

  • Furúnculos e carbúnculos
  • Sycosis barba
  • Eosinofílica
  • Gram-negativo

Como evitar

Ela é uma inflamação que pode acontecer com qualquer pessoa e por motivos diversos, mas há situações e ações que podemos fazer para evitar o risco.

  • Evite tomar banho de banheiras de hidromassagem desconhecidas.
  • Evite usar roupas muito justas.
  • Evite usar roupas úmidas por longos períodos.
  • Evite tomar banho em piscinas aquecidas sem os devidos cuidados.
  • Depile-se com cuidado.
  • Se você possui alergia à giletes, evite o uso e tente um tratamento de depilação à laser.

Remédios e tratamentos

Se você está sentindo todos os sintomas que citamos no artigo, recorra à um médico, só ele poderá te dar o diagnóstico da foliculite. E só através de um exame próprio que o médico detectará qual o tipo de foliculite é, se foi causada por bactérias, fungos ou vírus.

O tratamento da foliculite vai depender da causa e só o seu médico poderá receitar o mais adequado para seu caso.

Há tratamento mais simples se a foliculite for superficial, como compressas de água morna, pomadas, limpeza local e etc. Você pode colocar sob a área afetada um pano úmido quente várias vezes ao dia, isso fará acelerar o processo de desinfecção e vai também aliviar a dor local.

Uma opção para quem tem foliculite é lavar o local sempre com um sabonete antibactericida e manter a região limpa e sempre lave as mãos antes e depois de manusear a região do corpo afetada. Não compartilhe a toalha usada.

Use pomadas com propriedades antinflamatórias.

Siga corretamente o tratamento indicado pelo médico e nunca se automedique.

Para outras dúvidas e sugestões, nos deixe comentários.

 

Recomendamos para você:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 do total de 5)
Loading...

Comentar