Mamoplastia: Quais os tipos? Tem contraindicação? Posso fazer pelo SUS?

marcação cirúrgica para mamoplastia

Você não gosta do formato dos seus seios? Ou o tamanho deles está pequeno demais? Ou então, seu corpo está sendo prejudicado pela quantidade de mama? Para todas essas questões, a mamoplastia é uma opção. Engana-se quem pensa que a mamoplastia só serve para retirar uma parte do seios. Essa é uma cirurgia plástica que visa transformar e modificar o formato das mamas para que fiquem mais harmoniosas em relação a proporção do corpo. Sendo assim, pode-se aumentar, diminuir ou alterar a aparência dos seios.

Você tem se sentido insatisfeita com os seus seios e está pensando na mamoplastia? Conheça os tipos que existem e como funciona essa cirurgia no seu corpo.

Tipos de mamoplastia

Como falado, existem alguns tipos de mamoplastia e cada um serve como foco para um resultado final específico. Veja:

Mamoplastia de aumento (mamoplastia com prótese)

Essa é a típica mamoplastia que ajuda a aumentar o tamanho dos seios. Ajuda também a enrijecer as mamas, firmar e deixar no lugar. A maioria das mulheres que procuram são as que se sentem infelizes com o seio muito pequeno e querem renovar a auto estima e sensualidade. A técnica utilizada é o famoso implante de silicone que pode ser colocado abaixo da glândula ou do músculo. O que irá definir onde será colocado é a quantidade de glândula que ela possui. Se for pouca, é colocada atrás do músculos (para o implante não ficar muito aparente), caso for o suficiente, é colocada na frente do músculo.

Redutora

Essa é para as pessoas que possuem os seios muito grandes, desproporcionais e que, além do desconforto estético, compromete também a coluna. Seios muito grandes tendem a forçar a coluna, ficarem caídos precocemente e flácidos. Através dessa técnica é removido o excesso de gordura, o tecido glandular e a pele para alcançar um tamanho de mama novo que também case com o corpo todo e fique harmonioso.

Mamoplastia mulher com seios grandes

Reparadora

Essa mamoplastia é para aquelas que possuem seios de tamanhos, formatos ou posição das mamas e/ou aréolas muito diferentes e desproporcionais. Basicamente trata as assimetrias mamárias. O jeito de “consertar” a simetria dos seios irá depender do caso da paciente. Pode ser feito um implante na mama menor ou redução da mama maior, ficará a critério do médico e paciente conforme as necessidades e vontades.

Mamoplastia reconstrutiva

Essa é nos casos de quem teve câncer de mama e foi preciso retirar toda ou parte da mama. Nessa cirurgia a mama é refeita, dependendo do caso pode ser preciso retirar um pedaço do tecido de outras regiões do corpo como costas e abdômen para ajudar na reconstrução. A mamoplastia reconstrutiva pode ser feita depois de realizada a cirurgia para remover a mama ou ao mesmo tempo que a mastectomia.

Como é a cicatriz da mamoplastia?

A cicatriz da mamoplastia pode variar dependendo do tipo da cirurgia e também do tamanho das mamas originais. Por exemplo: caso o seio seja grande, as cicatrizes são maiores e se for pequeno, serão menores. Uma cicatriz maior também pode depender do excesso de peso.

Dentre todas, a cicatriz mais comum é em formato de T, que fica pouco visível ao redor da aréola e se prolonga verticalmente até a parte de baixo do seio. A partir dessa região ela começa a ser horizontal e depende de cada caso a sua prolongação. Na maioria dos casos após um ano da cirurgia as cicatrizes estão poucos visíveis ou quase nenhum textura.

cicatriz da Mamoplastia

Quais as indicações da mamoplastia?

A mamoplastia (tirando a reconstrutiva que deve ser feita apenas para aquelas que tiveram algum tumor) pode ser feita por qualquer mulher que esteja insatisfeita com seus seios, sejam eles muito pequenos, muito grandes, muito desiguais, muito caídos etc.  E só quem pode verificar a viabilidade e realizar a cirurgia é um cirurgião plástico.

Tem contraindicações?

Sim, existem alguns casos que devem ser tomado cuidado ou evitar a cirurgia. São eles: pacientes com patologias específicas na mama, mamas não desenvolvidas completamente e problemas de saúde que colocam em risco complicações durante a cirurgia.

Pode ser feita pelo SUS?

Sim, a mamoplastia pode ser feita pelo SUS desde que seja comprovado que os motivos da cirurgia sejam pelo tamanho da mama estar prejudicando a saúde, como casos de problemas na coluna, entre outros. Deve-se ser comprovado a necessidade mediante exames.

Qual o preço?

O preço da mamoplastia varia de cada lugar. O valor pode variar de R$ 8.900,00 a R$ 17.289,00.

Veja também nossas informações sobre: Bichectomia e Gengivoplastia.

Gostou das nossas informações sobre mamoplastia? Deixe seu comentário!

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

One thought on “Mamoplastia: Quais os tipos? Tem contraindicação? Posso fazer pelo SUS?

  1. Luzinete da silva santos · Edit

    ola ,. sou Luzinete tenho 24 anos e nuca fui satisfeita com meus corpo principalmente os seios , sofro de depressão pelo fato de desde minha adolescência não ser como as outras meninas que ficaram bonitas dentro de qualquer roupa as fardas sempre combinavam mais meus seios eram grandes então evitava brincar mais não contava meu segredo nunca gostei de ir em aniversários das minhas colegas pq tenha vergonha, e hoje com 24 anos minha depressão aumentou a qual mim fez desistir do colégio do curso e meus sonhos pararam pq não mim sinto bem em feriados fico dentro do meu quarto para que ninguém mim veja, sempre quando saio uso uma blusa de frio pra esconder meu corpo mesmo com tento calor, pessoas ate zombam de mim mais eu não ligo pq não sabe minha dificuldade. meus ombros ja viraram feridas da alca do sutiã para sustentar os seios , doí tanto cansa tanto minha coluna a dor alivia com murros que peço para alguém dar mais sonho em conseguir fazer uma redução pra que sinto bem fisicamente e tenho uma vida normal com alto estima agradável. quis desabafar

    Responder

Comentar