Dieta da Pavorô: Desvendamos os segredos!

 

dieta da pavoro

Os resultados em apenas 72 horas da dieta da Pavoro, que participa de uma série de quadros em programas do SBT, tornaram essa dieta uma verdadeira febre entre quem acompanha a telinha e quer perder alguns quilos. Para que isso seja possível, entretanto, é preciso seguir algumas recomendações estritas. Quer saber quais são elas? Então veja a seguir como funciona essa dieta.

Corte de carboidratos

Por ser uma dieta mais rápida – de apenas 72 horas – a dieta da Pavoro pode ser mais restritiva. Nesse sentido, ela exige um corte total dos carboidratos presentes na alimentação.

O corte acontece principalmente em relação aos carboidratos simples e de elevado índice glicêmico. Tais carboidratos podem ser encontrados no pão francês comum, nas massas tradicionais, batata inglesa e em outros alimentos.

Embora os carboidratos sejam a principal fonte de energia do organismo, eles também geram o acúmulo de gordura e a engorda em geral. Por isso, a eliminação desses carboidratos na duração da dieta faz com que a ingestão calórica diminua e o emagrecimento aconteça.

Proteínas magras na dieta da Pavorô

Se a ingestão de carboidratos é limitada ou mesmo eliminada, por outro lado a dieta da Pavoro conta com muitas proteínas magras como forma de acelerar o metabolismo e garantir a permanência de massa magra no organismo.

O consumo dessas proteínas, portanto, é importante para garantir que a dieta leve a uma perda de gordura, mas não de músculos,.

Com menos gordura e mais músculos, o resultado é que o metabolismo experimenta um acréscimo na velocidade, o que faz com que as calorias sejam gastas mais facilmente. Sem o acúmulo no tecido adiposo, a dieta leva ao desejado emagrecimento.

Elementos funcionais e diuréticos no cardápio

Falando em metabolismo, o cardápio da dieta da Pavoro também conta com um conjunto de alimentos funcionais, como o gengibre, a canela, o maracujá e a linhaça.

Esses alimentos são considerados funcionais porque servem mais do que apenas para nutrir o organismo, mas também fazem com que ele funcione melhor. O gengibre, por exemplo, é responsável por acelerar o metabolismo e intensificar a queima de gordura.

Já o maracujá serve para garantir uma redução dos níveis de estresse e, com isso, dos níveis de cortisol no organismo. Com níveis controlados, o acúmulo de gordura diminui.

A linhaça, por sua vez, ajuda também o intestino a funcionar melhor graças às suas fibras. Com esse consumo, portanto, dá para diminuir o inchaço da região abdominal.

É preciso procurar um profissional

Por mais que seguir essas indicações de cardápio ajude no alcance dos resultados, a verdade é que somente com um cardápio montado especificamente para as suas necessidades é que você vai conseguir tirar o melhor proveito dessa dieta.

Com isso, é altamente recomendado procurar um profissional especializado no assunto, como um nutricionista, para montar uma dieta detox altamente funcional baseada na dieta da Pavoro e que seja capaz de oferecer os resultados desejados.

A dieta da Pavoro funciona, basicamente, graças a uma restrição intensa de carboidratos e ao consumo de alimentos funcionais e de proteínas magras. Para que os resultados apareçam de maneira mais intensa e de acordo com os seus objetivos, entretanto, conte com um profissional para montar um cardápio adequado para as suas necessidades e objetivos.

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar