Dieta das Cores

 

Todos sabem que quanto mais colorida for nossa alimentação, mais rica em diferentes nutrientes ela será. Partindo desse princípio, o nutricionista californiano David Heber criou um método eficiente e saboroso de perder peso sem passar fome. Para isso, é preciso dividir os alimentos em grupos de acordo com suas cores e se jogar em uma alimentação saudável e equilibrada fazendo combinações de cores. Se interessou? Leia mais.

dieta das cores

Seis grupos de cores

Os alimentos são agrupados em seis grupos: vermelho, branco, arroxeado ou preto, amarelo ou alaranjado, verde e marrom. Cara grupo contém uma variedade de alimentos que proporcionam um benefício específico à saúde.

Branco – A flavina é o que tende a dar a cor branca às frutas e vegetais. Ela favorece a renovação celular, facilitando a cicatrização e renovação da pele, e ajuda a proteger o sistema imune. Cálcio e fósforo a acompanham com frequência. Alimentos: alho, feijão branco, palmito, nabo, rabanete, cogumelo, banana, pêra, maçã.

Vermelho – Essa cor indica presença de licopeno, um excelente antioxidante conhecido por prevenir o aparecimento do câncer de próstata. A vitamina C também está presente, potencializando a ação contra os radicais livres e prevenindo o câncer. Alimentos: tomate, caqui, morango, romã, pimentão vermelho, cereja.

Amarelo ou laranja – Essa cor vem do betacaroteno, responsável pela produção de vitamina A, especialmente necessário para a saúde da visão e dos cabelos. A vitamina C também está presente, agindo na síntese do colágeno e garantindo uma pele mais firme. Alimentos: manga, melão, milho, abóbora, cenoura, mamão, abacaxi, pimentão amarelo.

Verde – Clorofila dá a cor verde às plantas por formar sua parede celular. Como não é digerida pelo corpo humano, serve como uma fibra potente na manutenção da saúde gastrointestinal e melhora a digestão. Alimentos: couve, alface, kiwi, brócolis, abacate, quiabo, pimentão verde, limão, pepino, vagem, ervilha, agrião.

Roxo ou preto – O pigmento desses alimentos está ligado à vitamina B1, que faz parte da transformação dos alimentos em energia para as células. Sua carência pode trazer várias consequências para a saúde. Alimentos: repolho roxo, jaboticaba, ameixa, amora, uva, alcachofra.

Marrom – As fibras vêm principalmente dos alimentos marrons, que correspondem às frutas oleaginosas, como nozes e castanhas, e os cereais, especialmente os integrais. As fibras executam função muito importante no intestino, equilibrando a taxa de glicose no sangue e arrastando consigo a gordura dos alimentos.

Como fazer essa dieta?

Essa dieta, diferente das dietas de emergência, não é composta de passos a seguir. A ideia é consumir ao menos alimentos de cinco grupos de cores por dia e com isso será possível emagrecer até cinco quilos em vinte dias. A ideia dessa dieta é que ela funcione como uma reeducação alimentar, trazendo equilíbrio e variedade para o prato todos os dias.

As diferentes cores dos alimentos demonstram a presença de diferentes nutrientes, todos importantes para manter boa saúde e bem estar físico. Montar suas refeições buscando torná-las bem coloridas agrada aos olhos e é um jeito certeiro de diminuir as calorias, visto que são alimentos naturais, e aumentar a absorção de vitaminas.

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar