Dieta do Fernando Rocha: Como funciona? Explicamos aqui!

dieta fernando rocha

A dieta Ravenna foi criada por Máximo Ravenna, mas recentemente foi adotada por Fernando Rocha, apresentador do programa “Bem Estar”. Graças à popularidade do apresentador, a dieta é facilmente conhecida como dieta do Fernando Rocha, mas pouca gente ainda sabe como ela funciona de verdade. Quer saber como é o funcionamento dessa dieta? Veja a seguir quais são os principais pilares.

As três medidas da dieta do Fernando Rocha

A dieta do Fernando Rocha é composta basicamente por três medidas, que devem funcionar de maneira simultânea: a medida, o corte e a distância.

A medida diz respeito a qual será o tamanho das porções a serem ingeridas e quais as medidas desejadas pelo paciente. Essa definição serve para indicar como vai ser montado o cardápio de acordo com cada necessidade.

Já o corte diz respeito ao corte da quantidade de calorias e da quantidade de refeições. Além disso, é cortado também o hábito de comer compulsivamente ou por pura ansiedade.

Já a distância diz respeito de quais alimentos o paciente deve manter distância e qual a distância entre refeições. Se em uma dieta tradicional o ideal é comer de 3 em 3 horas, nessa dieta a variação pode ser de 3 a 6 horas como intervalo.

Dieta dividida em etapas

Essa dieta também deve ser dividida em etapas. A primeira diz respeito à eliminação da quantidade de peso desejado. A estimativa é que no primeiro mês é possível eliminar de 5 a 10% do peso corporal inicial.

Quando o paciente alcançar o seu peso ideal, a dieta deve permanecer, mas agora na etapa de manutenção. É isso que evita que o temido efeito sanfona apareça e que garante a saúde por mais tempo.

Os alimentos do cardápio da Dieta do Fernando Rocha

Em uma análise geral, a dieta do Fernando Rocha não elimina, necessariamente, nenhum grande grupo de alimentos. Isso não significa, entretanto, que a pessoa possa consumir qualquer alimento como desejar, já que a intenção é promover uma redução calórica e aceleração do metabolismo.

Nesse sentido, é cortado, por exemplo, o consumo dos carboidratos com elevado índice glicêmico. Esses são os carboidratos simples encontrados na farinha, por exemplo. No lugar disso, são inseridos carboidratos de baixo índice glicêmico, como laticínios e outros alimentos com carboidratos complexos.

Outros grupos que ganham destaque são as frutas cítricas, as fibras, as proteínas magras e os alimentos termogênicos, que ajudam a acelerar o metabolismo.

Quantidade de refeições

Como parte do funcionamento dessa dieta também está a delimitação da quantidade de refeições feitas durante o dia. Em vez das tradicionais seis refeições essa dieta estabelece que sejam feitas quaro refeições ao longo do dia: café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar.

Não é permitido “beliscar” alimentos entre as refeições já que é exigido que se cumpra o período entre refeições. Além disso, cada refeição possui um cardápio específico.

A dieta do Fernando Rocha funciona basicamente graças a uma grande reestruturação da alimentação e do cardápio. Com mudanças no tamanho, quantidade e intervalo de refeições, o metabolismo é acelerado junto com a queima de gordura, levando ao emagrecimento desejado.

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar