Fisiculturismo Feminino: Conheça mais sobre esse esporte!

fisculturismo feminino

O fisiculturismo é uma prática física que tem como objetivo o desenvolvimento de todos os músculos do corpo, por meio da hipertrofia – o aumento de massa muscular.

Talvez por utilizar a musculação como mola propulsora, muitos não consideram o fisiculturismo um esporte. No entanto, isso não o impediu de ser aprovado, há poucos dias, como uma modalidade para os próximos Jogos Pan-Americanos.

Além do mais, existem várias categorias, e inúmeras competições de fisiculturistas ao redor do mundo, inclusive entre as mulheres. O fisiculturismo feminino surgiu depois do masculino, nos anos 1970, e desde então, tem vem ganhando força.

Quem quer ser fisiculturista tem que pegar pesado nos treinos, repetir séries de exercícios, variando bastante os ângulos de contração e ser sempre supervisionado por um treinador que entenda do assunto.

Algumas estratégias indicadas são os treinos em resistência de pesos, revezados com períodos de repouso e, claro, uma dieta especial, com direito a doses extras de proteína, acompanhada de uma suplementação adequada.

Fisiculturismo feminino como começar

Ser fisiculturista não é fácil, pois além de manter o foco total na academia, e também se alimentar de uma maneira muito especial, ainda é preciso enfrentar o preconceito, principalmente no caso das mulheres.

O fisiculturismo feminino causa estranhamento em muitas pessoas, que consideram a forma física das praticantes de fisiculturismo feminino demasiadamente marcada e masculina. Os críticos e preconceituosos não levam em consideração o esforço das mulheres em obter um corpo sim mais forte que o convencional, mas de maneira equilibrada e harmoniosa.

Portanto, o primeiro passo para começar no fisiculturismo feminino é ter muita disciplina, força de vontade e ser paciente, pois cada pessoa progride no seu tempo, e o corpo não muda de uma hora para outra.

Especialistas indicam a matrícula em academias profissionais, que ofereçam estrutura específica para quem deseja ser fisiculturista. Contar com um bom nutricionista também é fundamental. A mulher fisiculturista deve começar perdendo gordura corporal e ganhando massa magra.

A princípio, os treinos deverão ser divididos em 3 vezes por semana, até o corpo se acostumar e desenvolver a hipertrofia ao longo dos dias de descanso.

mulheres fisiculturismo

Fisiculturismo feminino modalidades

Bikini:

A primeira e mais leve categoria do fisiculturismo entre as mulheres. O corpo sarado é acompanhado de uma leve definição dos músculos. Nas competições, todas são muito simpáticas, usam biquínis e óleo para realçar suas formas físicas, e também podem usar o rosto maquiado.

Wellness (Body Summer):

Segunda categoria, um pouco mais rígida, mas que também exige simpatia. Nela, as mulheres devem estar muito mais definidas e apresentar massa magra, com baixíssimo percentual de gordura no corpo e uma aparência saudável.

Bodyfitness:

Ombros largos, braços muito malhados, músculos volumosos e pernas fortes são fundamentais para as competidoras dessa categoria. Aqui, as praticantes devem ser mais sérias e seu percentual de gordura corporal deve ser 0. Muitas possuem o corpo em forma de “Y”.

Women’s Physique:

Categoria composta por mulheres muito fortes, mas que devem manter sua feminilidade. O corpo deve estar proporcional entre os membros inferiores e superiores

Culturismo:

Última categoria e extremamente exigente, marcada por mulheres realmente fortes e definidas. É a que mais assusta pessoas não adeptas ao fisiculturismo, e conta com poucas competidoras ao redor do mundo.

Qual é a dieta mais adequada para o treinamento de fisiculturismo feminino?

Reforçamos aqui a importância das fisiculturistas terem o acompanhamento de nutricionistas que indiquem e acompanhem uma alimentação adequada. E nada de “deslizes”! As competidoras devem levar sua dieta realmente a sério.

Na chamada fase off-season, que é o período distante da competição, por estar focada na hipertrofia, a atleta deve comer alimentos ricos em carboidratos e calorias.

Já na fase on-season, a rotina alimentar necessita ser focada no consumo de proteínas. Claras de ovos, batata-doce e peito de frango devem ser consumidos a cada três horas. Porém, frutas e grãos também podem fazer parte da dieta, para não causar deficiência de vitaminas no organismo das fisiculturistas.

Essa é também uma forma de evitar aquela vontade de comer doces, de acordo com a competidora Aline Machado, que aconselha bater uma banana congelada, com whey protein e um pouco de aveia, e diz que fica tão gostoso quanto um sorvete.Falando nisso, o whey é considerado o suplemento mais indicado, e parte indispensável da alimentação das fisiculturistas.

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 do total de 5)
Loading...

Comentar