Supino

O famoso exercício que todos os fisiculturistas amam tem muitos benefícios, mas deve ser feito corretamente, como todos os outros. Hoje vamos falar dele, o supino. Nesse artigo você irá entender sobre ele, principais erros feitos e qual é a técnica correta.

supino

Músculos do peitoral

Aliás, a importância do exercício é enorme visto que a musculatura do peitoral é muito exigida diariamente. Ou nos movimentos gerais, com grande atuação da musculatura dos costas, ou empurrando algo.

Assim, já podemos pensar nessas duas musculaturas separadamente. Onde uma age com os braços e coluna e outra que age com as costas ao puxar algo para si mesmo.

Partindo desses dois princípios, podemos perceber a extrema importância do supino nesses músculos. O peitoral é formado pelo peitoral maior cobrindo a maior parte do peito. Esse é o músculo trabalhado no exercício por ter maior potencial de hipertrofia pela sua fácil ativação.

Técnica correta do Supino

O supino é um exercício de muita intensidade e deve-se ter muito cuidado ao executá-lo pela sua probabilidade de causar lesões, geralmente no ombro. Algumas pessoas ainda precisam de um parceiro de treino para a atividade.

Esse ajudante é necessário para aqueles que treinam com uma carga elevada, para evitar e ajudar caso ocorra à falha concêntrica. Mas, sem ele, algumas técnicas já podem ser utilizadas:

  • As costas devem estar bem apoiadas no banco;
  • A barra deve ser pega com as mãos distanciadas entre 55 e 60 cm, geralmente numa marcação que os objetos têm;
  • Para não ocorrerem sobrecargas nos pulsos, eles devem estar retos;
  • Os polegares devem estar apontados para cima segurando firmemente a barra. Para isso, o ato de pegá-la deve vir por baixo;
  • Quando começar o exercício, a barra deve ser descida até o peito deixando os cotovelos formarem uma angulação de 90º. Feito isso, basta retornar à posição inicial e repetir o procedimento.

Principais erros no Supino

O supino às vezes é considerado como uma comparação entre os fisiculturistas, mas deve-se esquecer essa disputa. Isso porque ela faz com que as pessoas coloquem um excesso de carga que apenas sobrecarrega o corpo.

Além disso, outro fator que possibilita essa vontade é o da musculatura do peitural ter uma boa capacidade de torque. Não cometa esse erro, pois é algo grave e que pode causar sérias lesões!

Outro erro comum é o de se exigir menos quando a barra está no peito. A falta de controle nessa parte (que é chamada de fase excêntrica) diminui a possibilidade de micro lesões induzidas e a intensidade do exercício. É importante a atenção nesse momento para que a hipertrofia seja conseguida mais rapidamente.

Caso sejam retiradas algumas partes do banco como cabeça e costas no meio da execução o movimento pode ser compensado, mas a intensidade da atividade também é perdida. Riscos de lesões são aumentados devido à sobrecarga em partes do corpo.

Por fim, se você colocar os ombros de uma forma que não esteja reta, a intensidade do supino é diminuída. Isso devido ao ponto de descanso muscular e à sobrecarga nas camadas das articulações.

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar