Café: benefícios x malefícios

Uma lenda diz que um pastor árabe observou suas ovelhas ficarem mais espertas ao comer as folhas e frutas do cafeeiro. Ele os experimentou e sentiu maior vivacidade, o que levou um monge da região a preparar uma infusão dos frutos para manter o sono longe enquanto orava.

cafe

A história do café começou no século IX, e ele é originário da África, mais especificamente da Etiópia. Foi difundido pelo mundo através da Europa e do Egito. Foi trazido ao Brasil pelos colonizadores portugueses, já que na época o café já possuía alto valor comercial. Com o fim do tráfico de escravos negros, que movimentava muito dinheiro, esses investimentos foram parar em outros lugares, inclusive na cultura do café.

Nos tempos de hoje, o café não é só parte principal do café-da-manhã do brasileiro, mas uma forma de envolvimento entre as pessoas. Quem nunca escutou um “vamos tomar um cafezinho qualquer dia”? E por ser tão presente, é importante saber tudo de bom e até de ruim que o café pode nos trazer. A principal substância majoritariamente presente no café é a cafeína, que é responsável pela maioria dos efeitos associados ao café.

Entre os principais benefícios do café estão:

A cafeína, quando em grãos verdes do café, acelera o metabolismo;

Seu consumo moderado pode reduzir o risco de cancro hepático;

A cafeína também fornece energia;

Pode ajudar a combater a depressão;

Pode prevenir o câncer de pele;

É rico em antioxidantes, diminuindo a quantidade de radicais livres;

Ajuda a manter o raciocínio e o foco;

Ajuda a regular o fígado.

Claro, a maioria desses efeitos está associada ao consumo moderado. Em exagero, o poucas pessoas sabem que a cafeína pode gerar vício, como qualquer outra substância, provocando crises de abstinência na falta dela. Isso traz sintomas desagradáveis como dor de cabeça, irritabilidade, diminuição da concentração etc. Além disso, o excesso de cafeína pode causar intoxicação. Os sintomas são presença de dores de cabeça, fadiga, dificuldade de concentração e humor depressivo; e na presença de mais de um deles, associada ao hábito de tomar muito café, deve-se procurar um médico já que a intoxicação é quase certa. Além disso, doses elevadas podem causar ansiedade, nervosismo, tremores musculares, taquicardia e até zumbido nos ouvidos. Não é bom tomar café depois do almoço, pois a cafeína “compete” com a vitamina C e o Ferro, podendo anular esses nutrientes. A cafeína é um grande indutor da osteoporose, que causa a perda significativa de cálcio nos ossos.

Para quem há percebeu seu próprio vício e deseja diminuí-lo, o ideal é diminuir aos poucos a dose de cafeínas ingeridas, seja na forma de café, chás, chocolate, refrigerantes, etc. Misturar o café com leite, tomar cafés descafeinados e com adoçante podem também diminuir a possibilidade de vício, fazendo com que aos poucos a abstinência fique mais longe. É por causa dela, inclusive, que não é recomendada a interrupção súbita da ingestão de cafeína se não quiser enfrentar sintomas desagradáveis. Então, fica aqui a dica: café, só em doses moderadas.

0 Compart.

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar