Vitamina B6: Benefícios, dose diária, carência, excesso, alimentos e mais..

O bom funcionamento do nosso corpo depende de inúmeros fatores, entretanto, sem sombra de dúvidas a alimentação é um dos mais importantes, visto que é através dela que nosso corpo recebe todos os nutrientes que necessita.

As vitaminas e minerais exercem um papel fundamental para manter as funções imunológicas, metabólicas e hormonais, de forma que um indivíduo que não fornece estes micronutrientes ao corpo provavelmente apresenta uma saúde mais frágil.

A vitamina B6 é um exemplo de micronutriente essencial ao nosso corpo, e embora muitas pessoas desconheçam, vários problemas de saúde estão associados à sua deficiência. Se você deseja saber mais sobre esta vitamina, este artigo é para você! Não deixe de ler até o final!

O que é?

vitamina b6

A vitamina B6, também conhecida como piridoxina, faz parte do complexo B de vitaminas sendo indispensável para diversas funções do corpo, principalmente no âmbito psicológico e físico de uma forma geral.

Sua ação está relacionada diretamente com os processos de respiração das células corporais e com o metabolismo das proteínas, de forma que após o seu consumo, os excessos não são liberados pela urina, pois permanecem alojados na musculatura.

Por não ser produzida em quantidades suficientes pelo nosso organismo, a vitamina B6 necessita ser consumida diariamente através de alimentos fonte deste micronutriente.

Para que serve a vitamina B6?

A principal função da vitamina B6 é atuar como coenzima. Mas o que isso significa? Bem, significa que ela age juntamente com algumas enzimas para que as mesmas possam funcionar corretamente.

Além disso, como mencionado anteriormente, esta vitamina participa do metabolismo de proteínas, mas não é só isso. Carboidratos e lipídeos também recebem participação da vitamina B6 na sua metabolização, o que reforça a importância deste micronutriente em nossa alimentação.

Além da sua atuação direta no funcionamento dos macronutrientes, a vitamina B6 também executa as seguintes funções:

  • Produção de epinefrina
  • Decomposição de glicogênio
  • Produção de serotonina
  • Degradação da homocisteína

Ou seja: Esta vitamina é extremamente importante para a sua saúde!

Quais os benefícios da vitamina B6?

Manter os níveis de vitamina B6 dentro do recomendado proporciona diversos benefícios à saúde. Conheça os principais:

Melhora os sintomas da artrite: Milhares de pessoas convivem diariamente com as dores e incômodos causados pela artrite, uma doença inflamatória das articulações. Entretanto, descobriu-se nos últimos anos que a suplementação de vitamina B6 pode mudar um pouco este quadro. Embora o consumo da vitamina não seja capaz de curar a doença, a suplementação parece reduzir significativamente as dores.

Combate os sintomas da TPM: A TPM (tensão pré-menstrual) costuma causar uma série de sintomas desagradáveis às mulheres, mas é possível evitá-los e tratar de forma efetiva com um consumo adequado de vitamina B6. A vitamina consegue combater dores de cabeça, tonturas, enjoos, cansaço e dores nos seios. Isso ocorre por conta da sua atuação direta na liberação de neurotransmissores que atenuam a sensação de dor, além de aumentar o fluxo de sangue.

Melhora do humor: Lembra que mencionamos anteriormente que a vitamina B6 promove a liberação de serotonina? Pois bem, como a serotonina é um dos hormônios responsáveis pela regulação do humor, portanto, consumir alimentos ricos em vitamina B6 te ajuda a manter a produção deste importante hormônio em dia e claro, o seu humor fica excelente!

Promove uma melhor saúde cardiovascular: Manter a saúde do coração em dia é fundamental, principalmente no momento em que vivemos, onde diversos problemas cardíacos estão atingindo a população por conta dos maus hábitos.

Manter os níveis de vitamina B6 dentro do indicado promove a saúde do coração por conta do seu controle sobre a homocisteína (aminoácido presente no sangue que em excesso, danifica os vasos sanguíneos), além de ajudar a controlar a pressão e o colesterol.

Previne a anemia: A vitamina B6 promove um estímulo no processo de produção das hemácias, células que transportam o oxigênio no sangue, o que ajuda prevenir que a anemia se instale.

Qual a dose diária recomendada?

Como todo micronutriente, existe uma quantidade de consumo diário, que geralmente varia de acordo com a idade do indivíduo. Estes valores existem para garantir que uma quantidade segura seja consumida, visto que o excesso de algumas vitaminas podem causar alguns problemas de saúde.

Atualmente, a recomendação de Vitamina B6 é a seguinte:

  • 0 a 6 meses – 0,1 mg.
  • 7 a 12 meses – 0,3 mg.
  • 1 a 3 anos – 0,5 mg.
  • 4 a 8 anos – 0,6 mg.
  • 9 a 13 anos – 1,0 mg.
  • 14 a 18 anos – 1,3 mg para homens e 1,2 para mulheres.
  • 19 a 50 anos – 1,3 mg.
  • Acima de 50 anos – 1,7 mg para homens e 1,5 para mulheres.
  • Grávidas – 1,9 mg.
  • Lactantes – 2,0 mg.

O que a carência dessa vitamina causa?

A carência de vitamina B6 não é muito frequente, pois como você pôde ver anteriormente, a necessidade diária deste micronutriente não é muito alta e pode ser atingida facilmente com a alimentação. Entretanto, pessoas desnutridas, obesas, alcoólatras, problemas renais, doença celíaca, grávidas, idosos ou pessoas que fazem uso de medicações controladas podem apresentar os sintomas a seguir:

  • Lesões na região da boca
  • Irritação e depressão
  • Inflamação da língua
  • Convulsões
  • Lesões na pele
  • Confusão mental

É importante que, casos estes sintomas apareçam, você procure imediatamente um médico para investigar a possível deficiência de vitamina B6.

E o excesso de Vitamina B6? Causa problemas de saúde?

A vitamina B6 é uma vitamina hidrossolúvel e por este motivo é muito difícil ocorrer uma intoxicação, pois os excessos deste micronutriente costumam ser excretados através da urina.

Entretanto, caso o indivíduo faça uma suplementação de vitamina B6 sem acompanhamento e utilizando dosagens muito altas, alguns sintomas podem ser sentidos, como por exemplo:

  • Náuseas
  • Vômito
  • Tontura
  • Lesões na pele
  • Sensibilidade à luz
  • Redução da sensibilidade dos braços e pernas

Quais são os alimentos ricos em vitamina B6?

vitamina b6

Existe uma grande variedade de alimentos ricos em vitamina B6, de forma que é possível atingir a necessidade diária de forma bastante fácil. Conheça alguns:

  • Banana
  • Batatas
  • Bife de fígado
  • Frango
  • Carne vermelha
  • Abacate
  • Grão de bico
  • Salmão
  • Atum
  • Peru
  • Nozes
  • Grãos integrais

Manter uma alimentação equilibrada e com estes alimentos presentes no seu prato, os seus níveis de vitamina B6 estarão sempre dentro do indicado. Sua saúde agradece!

Suplementação de Vitamina B6

vitamina b6

A suplementação de vitamina B6 geralmente é indicada pelo médico ou nutricionista caso exista a deficiência deste micronutriente, seja por consumo baixo de alimentos fonte, problemas que prejudiquem a absorção da vitamina ou caso o indivíduo faça uso de medicações que causem uma queda nos níveis da mesma.

O produto pode ser facilmente encontrado em farmácias, lojas de suplementos alimentares ou em lojas de produtos naturais, geralmente em forma de cápsulas.

Quanto à quantidade ideal e frequência de uso, indicamos que você siga a orientação do seu médico ou nutricionista, visto que cada indivíduo apresenta uma necessidade diferente, e que é necessário cuidar para que não haja intoxicação.

Caso seja necessário utilizar a suplementação, lembre-se de adquiri-lo em lojas de qualidade e com boas avaliações.

Fonte:

MdSaúde

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar