Desobesi: Saiba se ele realmente funciona!

desobesi

Até o ano de 2011 um medicamento era muito conhecido para auxiliar no tratamento contra a obesidade. O Desobesi-M ficou famoso por diminuir o apetite e deixar a sensação de saciedade no organismo por muito tempo. Mas sendo um medicamento muito forte, que possui inúmeros efeitos colaterais e pode causar dependência química, o Desobesi foi proibido de circular no mercado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O que é o Desobesi?

Com ação anorexígena, o Desobesi é um medicamento que ajuda no emagrecimento rápido através de sua capacidade de promover a saciedade no organismo por mais tempo. Os usuários da época relataram uma perda de até 3 kg por semana ou até 1 kg por dia, dependendo do organismo de cada um.

Como funciona o Desobesi?

Seu componente princípio ativo é o femproporex e por isso o torna bem perigoso – além de eficaz. O femproporex é do grupo das anfetaminas, atuantes no sistema nervoso central como estimulantes. Através dele, a pessoa diminui muito seu apetite e fica com a percepção de cheiro e sabor dos alimentos bem reduzida.

Mas também através desse componente é que os efeitos colaterais são mais intensos e podem causar a dependência física. Causando alguns efeitos que passam a atrapalhar o dia a dia e também o relacionamento com as pessoas ao redor. O paciente pode acabar ficando irritado, ansioso, com perda do sono, agitação, delírios, nervosismos e agir de forma violenta sem motivo aparente.

Quem pode tomar o Desobesi?

De forma legal, no momento ninguém deve ingerir o Desobesi. Na época só era recomendado para obesos com o índice de massa corpórea maior que 30 ou quem estivesse com o índice de massa corpórea de sobrepeso acima de 27.

Composição do Desobesi

A composição se dá em grande parte do femproporex, no qual cada cápsula contém:

  • Cloridrato de femproporex: 25 mg;
  • Excipientes: talco, estearato de magnésio, amido, dióxido de silício, goma laca decerada, óleo de rícino e sacarose.

O Desobesi precisa de receita para comprar?

Quando podia ser comercializado em farmácia e drogarias precisava de prescrição médica para conseguir. Isso por ser considerado um medicamento tarja preta (classificação de remédios que oferecem danos aos pacientes). Mas hoje em dia pode ser encontrado em sites que não possuem o registro da Anvisa sem receita – o que é completamente não indicado de se fazer.

Preço do Desobesi

O preço varia de lugar para lugar, e como é vendido ilegalmente você pode encontrar muita variedade de valores. O mais comum é 1 caixa com 30 cápsula por até R$17. O indicado era fazer o tratamento com 1 cápsula ao dia, às 10 horas da manhã.

Contraindicações do Desobesi

As contraindicações do medicamento Desobesi hoje se aconselha para todos, mas antes era contraindicado nos casos:

  • Pessoas com histórico de uso de drogas e dependência química;
  • Mulheres grávidas e lactantes;
  • Pacientes que sejam emocionalmente instáveis;
  • Pessoas com problema renal;
  • Pacientes hipertensos;
  • Pacientes epiléticos;
  • Pacientes com problemas cardíacos;
  • Pacientes que sofrem de alcoolismo crônico.

Era contraindicado o uso do medicamento por mais de quatro meses pelo perigo de dependência química do Desobesi. Assim, os médicos tinham que acompanhar de perto e ir diminuindo a dose devagar.

Quais são os efeitos colaterais do Desobesi?

Os efeitos são bem intensos e extensos. Muitas pessoas compram ilegalmente sem conhecer o real perigo dos efeitos no organismo. São alguns deles:

  • Vertigem;
  • Tremor;
  • Irritabilidade;
  • Reflexos hiperativos;
  • Fraqueza;
  • Tensão;
  • Insônia;
  • Confusão;
  • Ansiedade;
  • Dor de cabeça;
  • Calafrios;
  • Rubor das faces;
  • Palpitação;
  • Hipertensão ou hipotensão e colapso circulatório.
  • Boca seca;
  • Náusea e vômito;
  • Diarreia;
  • Dependência psíquica e física.

Sua venda está liberada no Brasil?

Não está. Existem lojas não certificadas e pessoas que vendem de forma online. Mas antes de comprar ilegalmente é preciso pensar em todas os efeitos que o medicamento pode trazer ao seu corpo. Seu componente femproporex é muito perigoso por atuar sob o neurotransmissor neroadrenalina.

Existem outros remédios que são certificados pela Anvisa para tratar a obesidade e uma junção de alimentação balanceada e atividade física regular podem ajudar sem comprometer a sua saúde.

 

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 4,00 do total de 5)
Loading...

Comentar