Bulimia: Como identificar? Possui sintomas? Tem cura? ENTENDA AQUI!

Bulimia

Você é feliz com o seu corpo? Se não: você faria ou já fez algo contra a sua saúde para mudá-lo? Independente se a sua resposta agora foi sim ou não, existe um problema: Se você não fez, alguém faz. Se você é feliz com seu corpo, alguém não é. E é através disso que distúrbios alimentares podem começar a surgir, como é o caso da Bulimia.

A bulimia, consiste em uma das mais famosas desordens alimentares e infelizmente faz parte da vida de muitas pessoas. Não gostar do seu corpo por não se encaixar em um padrão pré-estabelecido por você ou, até motivado pela sociedade, pode desencadear ações desesperadas. A doença é grave e  as consequências são tristes. O que é necessário? Se amar do jeito que somos.

O que é a Bulimia?

Como citado, a Bulimia é um tipo de transtorno alimentar, no qual consiste em uma compulsão por comer muito grande, e após isso, vem um sentimento de culpa maior ainda. O medo de engordar e o arrependimento de ter consumido tanto alimento chega com força, assim, esse sentimento faz com que a pessoa se sinta muito mal e queira expelir todo aquele remorso de alguma forma.

Com isso, ela quer se livrar da comida ingerida e ao mesmo tempo vê nesse alimento um conforto para algo. A maneira mais tradicional e conhecida é através da indução de vômitos. Mas engana-se quem acha que só essa ação é considerada um tipo de Bulimia.

Existem outras formas mais “silenciosas” de expelir o alimento como punição por comer demais. Também são consideradas práticas bulímicas, o descontrolado consumo de laxantes e diuréticos, a excessiva prática de exercícios físicos e dietas rigorosas.

O que pode causar?

A exaltação de pessoas magras e exclusão de pessoas consideradas acima desse padrão pela mídia pode ser um fator dominante nesse problema. Ver a todo momento que a felicidade está diretamente ligada à um corpo magro, distorce a visão de saúde no meio disso tudo. Mas não é possível citar apenas uma causa, até porque não existe um diagnóstico exato para todos. Outros pontos podem ajudar a construir esse transtorno alimentar, sendo um dos principais:

  • Condições: adolescentes e jovens adultas do sexo feminino têm mais propensão de desenvolver o distúrbio.
  • Fatores genéticos: quando há casos da família de algum tipo de transtorno alimentar.
  • Problemas psicológicos e emocionais: pessoas que têm depressão, ansiedade e problemas de autoestima desenvolvem mais facilmente a doença.
  • Esporte e trabalho: atletas e pessoas do meio artístico são mais intensamente cobrados para manter o corpo no padrão magro. Sendo bem comum uma pressão para perderem peso vindo de pais e treinadores.

bulimia corpo

 

Sintomas da Bulimia

Como descobrir que alguém próximo de mim pode ter a Bulimia? Sinais. A maioria dos sintomas do distúrbio podem ser escondidos pela pessoa que está sofrendo com isso. Mas há aspectos físicos e comportamentais que podem alertar que isso esteja acontecendo.

Sinais mais visíveis

  • Controle excesso de calorias e se manter na dieta;
  • Medo excessivo de engordar o tempo todo;
  • Se alimentar com pouca frequência na frente das outras;
  • Uso de roupas mais largas para dissimular a aparência;
  • Prática compulsiva de exercícios e sentimento de culpa quando não faz;
  • Pele seca, tontura, desmaio, fadiga, sono e inchaço no corpo;
  • Emagrecimento súbito.

Sinais menos visíveis

  • Após as refeições ir ao banheiro e demorar bastante tempo para sair;
  • Queixas de cólicas abdominais, inflamações anais ou descontrole intestinal pelo uso excessivo de laxantes e diuréticos.

Balança

Como é o tratamento de Bulimia?

O tratamento não é nada fácil, pois quando há um distúrbio alimentar, provavelmente há problemas psicológicos envolvidos. Por isso, um remédio geralmente não é o bastante, é preciso tratar a mente.

O primeiro passo para um tratamento eficaz é a pessoa que sofre de bulimia estar ciente da doença e querer ajuda. A partir disso, ajuda nutricional e psicológica são de suma importância para entender o conjunto de fatores que desencadearam o distúrbio. Geralmente os métodos mais usados para reverter o quadro de bulimia são:

  • Grupos de apoio;
  • Terapia cognitivo-comportamental em conjunto com terapia nutricional;
  • Em quadros graves, usa-se antidepressivos como Daforin e Fluoxetina

Tem cura?

Sim. Com o tratamento adequado feito com o acompanhamento de um bom profissional, a bulimia pode ser curada sim.

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar