Gordura no fígado: o que pode causar essa doença? Saiba tudo aqui!

gordura no fígado

Já ouvir falar em esteatose hepática? É uma doença silenciosa. Veja aqui todos os sintomas e evite a gordura no fígado. Saiba mais a seguir.

A esteatose hepática, também conhecida como doença no fígado não é mais uma doença exclusiva de pessoas que ingerem álcool, são diversos os fatores que podem causar essa doença. Pensando em nossos leitores, elaboramos um artigo especial sobre a gordura no fígado, aqui você vai saber o que é, o que pode causar, quais os sintomas e o tratamento mais adequado. Fique atento às informações do texto de hoje e evite problemas de saúde. Não perca mais tempo e descubra a seguir.

O que é a esteatose hepática ou a gordura no fígado?

Popularmente conhecida por gordura no fígado, é uma doença antiga que a maioria das pessoas, erroneamente, pensam que é apenas causada por pessoas que ingerem álcool em excesso. Antigamente, por uma coincidência e falta de exames clínicos adequados, todas as pessoas que ingeriam muito álcool, ou alcoólatras, no futuro, se descobriam com a doença de gordura no fígado. Porém, atualmente com o avanço da medicina e dos exames clínicos e laboratoriais, descobriu-se que a gordura no fígado se dá em pessoas que ingerem álcool e em pessoas que não ingerem álcool e nem sofrem de obesidade.

A esteatose hepática é um acúmulo anormal de gordura no fígado. A aparência de um fígado saudável é de coloração vermelho escuro e marrom, um fígado com esteatose hepática fica com a aparência amarelada e visivelmente com gorduras esbranquiçadas por toda sua extensão.

Um fígado sem esteatose hepática possui cerca de apenas 10% de gordura nele, um fígado que apresenta uma porcentagem superior a 10% ele está acumulando gordura.

A gordura no fígado é bastante comum nas pessoas, cerca de 30% das pessoas possuem um nível mais alto que 10% de gordura no fígado, há cerca de 3 estágios de gordura no fígado, e os estágios 1 e 2 não são perigosos, esses estágios não causam a inflamação no fígado por conta da gordura acumulada.

A gordura no fígado só se torna um problema de saúde quando causa a inflamação do órgão e impossibilita o fígado de manter suas funções normais. O fígado é um órgão de extrema importância para o organismo e executa cerca de 500 funções. Se a inflamação causada por gordura no fígado comprometer alguma dessas funções é aí que surge o problema que deve ser tratado.

Sintomas da esteatose hepática

A esteatose hepática é uma doença extremamente silenciosa, que nos primeiros estágios não causam alarde e nem muitos sintomas, quando os sintomas aparecem é porque a doença já está em um estágio avançado e é hora de começar um tratamento urgente para não comprometer as funções vitais do seu fígado. Fique atento aos sintomas que vamos citar a seguir.

Pelo fato de a gordura no fígado não apresentar sintomas muito aparentes, geralmente a doença é descoberta através de exames de rotina nos pacientes, o diagnóstico é dado acidentalmente, descobre-se através de exames de imagem, ultrassonografia e tomografias computadorizadas, onde o paciente foi na verdade por outro motivo de doença, aí acaba descobrindo a gordura no fígado.

Alguns pacientes já diagnosticados com a gordura no fígado relatam sentir dores e peso no lado direito do abdômen, inchaço na barriga, e bastante fadiga e cansaço, mas isso não é o que acontece com todos os pacientes, alguns que também possuem a doença nunca sentiram nenhum desses sintomas, por isso é muito importante o cuidado e os exames de rotina para o bem da sua saúde e a prevenção de doenças.

Os sintomas mais comuns são: barriga inchada, fezes claras, cansaço, dores de cabeça, enjoos e vômitos, pele e olhos amarelados e perda do apetite.

Tratamento

A doença de gordura no fígado tem tratamento e cura. O tratamento para essa doença não é um tratamento específico, ele costuma variar de pessoa para pessoa de acordo com o que causou o acúmulo de gordura no órgão.

O tratamento mais comum para a esteatose hepática é a perda de peso moderado, uma dieta balanceada para o paciente e também se recomenda uma rotina de exercícios físicos e controle do colesterol.

gordura fígado

Como deve ser uma dieta de pessoa com gordura no fígado?

Primeiramente os médicos recomendam a perda de peso, não sendo maior que 1,5 kg por semana, a diminuição da ingestão de gorduras e alimentos saturados e industrializados e poucos carboidratos simples.

Alimentos recomendáveis:

  • Frutas
  • Verduras
  • Legumes
  • Carboidratos complexos: batata doce, arroz integral, macarrão integral
  • Azeite extra virgem

Deve-se evitar:

  • Sorvete
  • Manteiga
  • Óleo
  • Margarina
  • Pães
  • Batata
  • Alimentos industrializados e congelados
  • Fast-food
  • Frituras
  • Bebida alcoólica
  • Gorduras saturadas

Ao ser diagnosticado com a gordura no fígado, procure um médico especializado e comece seu tratamento.

Para dúvidas e sugestões nos deixe comentários. Até a próxima!

 

Recomendamos para você:

Share this post

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Comentar