Gripe H1N1: Tudo o que você precisa saber!

gripe h1n1

A cada aproximação do inverno a gripe H1N1 volta a se tornar uma preocupação, especialmente devido ao fato de que é uma gripe que pode possuir manifestações mais graves e que levam até mesmo à morte. Como acontece com qualquer doença, uma das primeiras e melhores armas é a informação. Por isso, continue lendo e saiba tudo sobre essa doença.

Quais os sintomas da gripe H1N1?

Os principais sintomas da gripo H1N1 incluem os sintomas encontrados na gripe comum. Febre alta, dor de cabeça e tosse são os principais sintomas relatados juntamente da dor de garganta, dores no corpo e fadiga. Em alguns casos, foram também relatados quadros de diarreias e vômitos.

A diferença para a gripe comum é que essa variação pode causar mais problemas respiratórios, além de agravar condições já existentes. Por ser muito parecida com sua versão menos grave, a gripe H1N1 também pode resultar em falência respiratória e, em último caso, em morte.

Como ela é transmitida?

Esse tipo de gripe é transmitido da mesma maneira que a gripe tradicional, ou seja, através do contato e exposição direta ao vírus. Isso acontece, por exemplo, quando uma pessoa infectada tosse ou espirra de maneira desprotegida, lançando as partículas do vírus no ar.

Dependendo do caso, também pode ser que a infecção aconteça após o toque em um objeto infectado, como um copo. Se a pessoa levar a mão aos olhos, boca ou nariz, acaba se expondo ao risco de infecção.

Quais cuidados tomar?

Por ser altamente infecciosa, todo cuidado ainda é pouco para se proteger dessa gripe e seus efeitos. Evitar aglomerações e ficar em locais fechados por muito tempo é um cuidado, assim como sempre tossir e espirrar de maneira protegida, como com um lenço.

Além disso, também é importante lavar sempre as mãos e evitar o contato com as mucosas se estiver com as mãos sujas. Andar com álcool em gel para usar sempre que necessário, por exemplo, é uma forma de se prevenir e matar o vírus.

A vacinação também é uma forma de prevenir a doença. Como se trata de uma gripe originalmente observada em porcos, o corpo humano não possui qualquer resistência a esse vírus. Assim, para fortalecer o sistema imunológico contra a doença  a vacina é uma opção.

Quando ocorrem os surtos?

Normalmente os surtos de gripe H1N1 acontecem no inverno, quando a temperatura diminui e as pessoas também tendem a ficar mais aglomeradas. Os problemas respiratórios associados a essa época também enfraquecem o sistema imunológico, favorecendo a entrada do vírus.

Em 2016, entretanto, o Brasil vem experimentando um surto desse vírus sem motivo aparente e antes do tempo. Em março o número de casos da doença começou a aumentar principalmente em São Paulo, levando, inclusive,  à solicitação de adiantamento da campanha de vacinação.

Embora não existam explicações definitivas sobre o fenômeno, acredita-se que isso tenha a ver com o maior número de brasileiros viajando e também com as mudanças de temperatura causadas pelo aquecimento global.

A H1N1 tem cura?

Embora possa evoluir rapidamente para um caso mais grave, essa gripe é totalmente tratável. Com a medicação e com as indicações corretas, é possível recuperar plenamente a saúde.

Para isso, entretanto, é preciso buscar ajuda médica logo que os primeiros sintomas aparecerem. Além de isso diminuir os riscos de infecção de outras pessoas, também torna o processo de cura mais rápido.

 

A gripe H1N1 é facilmente transmitida pelo ar ou pelo contato e por isso é preciso redobrar os cuidados em um momento de surto do vírus. Com sintomas parecidos com os da gripe comum, é indispensável procurar ajuda médica o mais rápido possível para evitar o contágio de mais pessoas e também para evitar a progressão da doença.

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar