Imunidade baixa: Causas, sintomas, tratamentos, alimentos essenciais e mais..

Em algum momento da sua vida, você já deve ter se infectado com algum tipo de vírus, bactéria ou até mesmo sofrido com a exposição a algum agente alérgeno. Estas são condições totalmente normais para os seres humanos, pois nos encontramos constantemente em exposição a estes microorganismos. Entretanto, infecções recorrentes acabam sinalizando que nosso sistema de proteção pode não estar funcionando corretamente, ou seja: Podemos estar com a imunidade baixa.

Para entender melhor o que este problema significa, como identificá-lo e principalmente, como curá-lo, leia este artigo na íntegra e descubra tudo que você precisa saber a respeito da imunidade baixa!

O que significa estar com imunidade baixa?

Quando um indivíduo recebe o diagnóstico de imunidade baixa, significa basicamente que seu sistema imunológico se encontra enfraquecido e sem condições de combater com eficácia a ação dos agentes infecciosos, o que acaba deixando o corpo suscetível a diversas doenças, e claro, impactando diretamente a saúde e a qualidade de vida das pessoas.

Esta condição clínica pode ser facilmente ilustrada através de um exemplo típico: Quando duas pessoas são expostas a um mesmo vírus, bactéria ou até mesmo condições climáticas extremas, e apenas uma delas acaba ficando doente.

Enquanto que a pessoa que está com a imunidade funcionando corretamente não apresenta nenhum problema de saúde, o indivíduo com imunidade baixa acaba adoecendo.

Quais são as causas?

imunidade baixa

A imunidade baixa é uma condição de saúde que pode apresentar várias causas, por este motivo, é importante que se descubra o mais rápido possível o que está enfraquecendo o sistema imune para que assim, o tratamento adequado seja realizado. Conheça as principais causas:

Imunodeficiência congênita: A imunodeficiência congênita é causada por mutações em determinadas células de defesa do corpo. Neste caso, o indivíduo começa a apresentar os sinais de imunidade baixa ainda na infância, sendo caracterizada por quadros infecciosos recorrentes e por períodos mais longos que o normal.

Geralmente, os agentes infecciosos costumam apresentar grande resistência aos fármacos utilizados para os tratamentos, o que aumenta ainda mais o período de exposição à doença. Doenças que afetam o trato respiratório são frequentes nestes indivíduos, podendo ser de caráter leve ou extremamente grave, sendo necessária até mesmo internação hospitalar.

HIV: O HIV, ou Vírus da Imunodeficiência Humana, afeta diretamente a imunidade do ser humano, assim como o próprio nome do vírus já sugere.

A partir do momento em que o indivíduo se infecta com o vírus, ele compromete diretamente os linfócitos, que são as células de defesa extremamente importantes do nosso organismo, fazendo com que nosso sistema imune seja prejudicado, e assim, haja a imunidade baixa.

Gripes, resfriados, dores de garganta e cansaço frequentes são os principais sintomas de infecção, e devem ser investigados rapidamente, pois geralmente esta é a forma mais comum de diagnosticar a doença. Infelizmente ainda não é possível curar-se do vírus, mas existem tratamentos de controle.

Má alimentação: Nossa imunidade, assim como todos os processos metabólicos e fisiológicos do corpo dependem e reagem à nossa alimentação, de forma que diversas doenças e problemas de saúde podem ser causados e evitados através dela.

Em outras palavras, para que sua imunidade seja forte e efetiva, ela necessita de minerais e vitaminas essenciais para manter-se saudável. Por isso, é fundamental que a alimentação diária contenha frutas, verduras, legumes, proteínas e carboidratos integrais, pois são os alimentos ricos nestes micronutrientes.

Doenças genéticas: Pessoas portadoras de doenças genéticas como Síndrome de Down e Doença de Turner apresentam a imunidade baixa como uma de suas características, sendo necessário o cuidado redobrado com este público.

Anemia falciforme: A anemia falciforme é uma desordem genética que modifica a estrutura natural dos glóbulos vermelhos, fazendo com que apresentem a aparência de uma foice.

Trata-se de uma doença de caráter hereditário e com maior prevalência na população negra. Naturalmente, estes indivíduos apresentam imunidade baixa, sendo necessário o tratamento com penicilina durante os 5 primeiros anos de vida para evitar possíveis infecções.

Quais são os principais sintomas de quem tem baixa imunidade?

imunidade baixa

Os principais sinais de que a sua imunidade está baixa são:

  • Cansaço constante
  • Frequência de infecções (resfriados, gripes, inflamações na garganta, herpes…)
  • Infecções relativamente simples que evoluem para problemas mais graves
  • Calafrios
  • Febre
  • Diarreia
  • Vômitos
  • Demora a se curar/reabilitar de infecções
  • Aftas recorrentes

Quais são os tratamentos recomendados?

O tratamento adequado para a imunidade baixa depende basicamente da origem do problema. Indivíduos que apresentam baixa imunidade como consequência de outras doenças como anemia falciforme e HIV, por exemplo, devem primeiramente realizar os tratamentos específicos para estas doenças, que envolvem medicações específicas.

A segunda medida é ajustar a alimentação, para que o corpo receba os nutrientes essenciais para fortalecer o sistema imunológico.

Quais são os alimentos que podem ajudar nesse caso?

imunidade baixa

A alimentação saudável e variada de forma geral já acaba favorecendo o sistema imunológico, entretanto, alguns alimentos são fundamentais para que a sua imunidade fique mais forte do que nunca! Conheça-os a seguir:

Frutas cítricas: Laranja, limão, tangerina, maracujá, acerola, kiwi, abacaxi, morango e goiaba. Ricas em vitamina C, vitamina diretamente ligada ao sistema imunológico, estas frutas devem ser consumidas diariamente!

Carne Vermelha: Rica em Ferro, a carne vermelha previne a anemia e claro, ajuda a manter o sistema imunológico forte!

Vegetais verde escuro: Além de serem ricos em Ferro e Ácido Fólico (responsável pela formação de células de defesa), os vegetais verde escuro também apresentam vitaminas B12, B6 e A, que maturam as células imunológicas, tornando-nos mais fortes. São eles: Espinafre, brócolis, couve, rúcula, agrião, acelga, mostarda, etc..

Iogurte Natural: Por conter bactérias probióticas (ou bactérias “do bem”) o iogurte natural ajuda a manter a flora intestinal saudável e consequentemente, ajuda a manter a imunidade baixa bem longe!

Alho: Protege e fortalece o sistema imunológico através da sua alta concentração de Selênio e Zinco, minerais que ajudam a evitar infecções como resfriados, gripes e etc..

Gengibre: Por apresentar um grande poder bactericida, o gengibre é um excelente aliado do sistema imunológico, portanto, com certeza deve fazer parte da sua alimentação, seja em forma de chá ou adicionado às refeições ou bebidas.

Cebola: Rica em uma substância chamada quercetina, a cebola tem o poder de fortalecer o sistema imune e prevenir infecções por vírus e alérgenos.

Cogumelo do tipo Shitake: Este tipo de cogumelo estimula a produção de linfócitos e macrófagos, células de defesa extremamente importantes, fortificando assim a imunidade.

Castanhas: Com altas concentrações de Selênio, as castanhas eliminam os radicais livres e claro, fortalecem a imunidade. Consumindo apenas uma unidade ao dia, já é possível atingir a recomendação diária de Selênio e garantir um sistema imune bem mais forte!

 Exame para imunidade baixa

Os sintomas característicos geralmente já apontam para o diagnóstico de imunidade baixa, entretanto, um exame de sangue que quantifique a quantidade de leucócitos é necessário para a confirmação.

 Quais vitaminas tomar?

Caso haja necessidade de suplementação para fortalecer o sistema imunológico, as vitaminas e minerais indispensáveis são: A, C, E, Ácido Fólico, Selênio e Zinco. Entretanto, é fundamental que você consulte sempre o seu médico antes de iniciar a suplementação com qualquer vitamina ou mineral.

Seguindo as orientações descritas neste artigo nós garantimos: Imunidade baixa será coisa do passado!

Fonte: Moreira Jr.

Manual MSD

Governo do Brasil 

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar