Triptofano: O que é? Quais os benefícios?

triptofano

A alimentação equilibrada e completa em nutrientes é fundamental para o adequado funcionamento de todo o corpo. Cada tipo de nutriente tem uma função específica nos processos metabólicos e um desequilíbrio pode acarretar em diversos problemas de saúde.

Por este motivo, é importante que os alimentos sejam ingeridos em quantidades adequadas e também em variedades para garantir o suprimento de todos os macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) e micronutrientes (vitaminas e minerais), além, também, da adequada ingestão de água para hidratar corretamente o corpo.

Entenda, neste artigo, o que é o triptofano e como ele funciona no organismo.

O que é o triptofano e como ele funciona no organismo?

No sistema nervoso, alguns aminoácidos atuam diretamente como neurotransmissores ou como precursores na sua formação, sendo fundamentais para garantir o adequado funcionamento cerebral. Entre os diversos aminoácidos importantes para o cérebro, está o triptofano que é um precursor da serotonina, sendo também um precursor da vitamina B3 (niacina). Diversos estudos têm demonstrado que a serotonina é um neurotransmissor muito importante, atuando na regulação de atividades relacionadas ao comportamento e ao humor, influenciando também nos níveis de ansiedade, agressividade, depressão, sono, fadiga e nas funções cognitivas, tais como o aprendizado e a memória.

Além disso, algumas pesquisas identificaram que as mudanças nos níveis de serotonina no cérebro podem afetar o controle do apetite e da saciedade, sendo, portanto, um neurotransmissor fundamental para os processos de controle de peso. Além disso, a serotonina também tem influência no aumento do hormônio do crescimento, da melatonina (que regula o sono) e nas beta-endorfinas.

O triptofano é um aminoácido considerado essencial, pois não é produzido pelo corpo, o que torna a sua ingestão diária fundamental para a formação da serotonina. Porém, somente uma pequena parte do triptofano ingerido diariamente é de fato utilizada para se produzir a serotonina, algo em torno de 2%. Recomenda-se uma quantidade mínima de 100 mg/kg de massa corporal por dia de triptofano na dieta para se ter uma vida saudável.

Onde encontrar o triptofano?

Pode-se obter este aminoácido através da alimentação, a partir de fontes ricas em proteínas, principalmente contendo proteínas de origem animal (leite, queijos, carnes bovina, suína e de frango, ovos), pois estas são consideradas de alto valor biológico, ou seja, contêm todos os aminoácidos essenciais, entre eles o triptofano.

Os alimentos que contenham fontes de proteínas de origem vegetal, tais como algumas frutas, entre elas a banana, o abacaxi, kiwi, ameixa e as tâmaras, além de outros vegetais como o grão-de-bico, nozes, a aveia, a quinoa e os amendoins também são ótimas fontes de triptofano na alimentação.

Como este aminoácido não pode ser produzido pelo organismo, se não for obtido da dieta, será obtido através da degradação das proteínas cerebrais ou da circulação plasmática, já que no plasma o triptofano pode circular livre ou, na sua maior parte (90%), ligado a uma proteína de transporte, a albumina.

O triptofano pode ser utilizado e encontrado também como suplemento dietético no tratamento do estresse, da hiperatividade e também no tratamento da depressão e dos distúrbios do sono, estando presente como ingrediente ativo em antidepressivos como L-triptofano.

Quer saber mais sobre essa substância? Então veja esse vídeo no canal da Larissa:

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 do total de 5)
Loading...

Comentar