Glutamina: Benefícios, tipos, funções e muito mais!

A glutamina é um dos aminoácidos mais presentes e importantes no corpo humano, a qual é encontrada em alta escala no sangue e nos músculos, garantindo um bom sistema imunológico. Está categorizada como um aminoácido não essencial, o que não quer dizer que não seja importante, e sim que é produzida pelo corpo não “precisando” de um consumo para obtê-la.

glutamina

É indicada para ser consumida como suplemento e aditivo alimentar por atletas e praticantes de musculação como um suplemento alimentar dietético nutritivo, como também pessoas carentes deste aminoácido no organismo.

Saiba onde comprar!

Olha gente, depois de muita procura encontramos algumas Glutaminas de diferentes marcas no site Netshoes, vale a pena dar uma olhada.

Quais seus benefícios?

É recomendado que a Glutamina seja consumida juntamente com outro suplemento de grande importância, a creatina, pois há um grande aumento de ambos os benefícios no corpo quando elas se encontram e reagem. Quando juntas eliminam a amônia do corpo, como também aumentam a síntese de proteína, o que é bom para quem deseja resultados musculares. Trazem outros benefícios à saúde como formação de antioxidantes e controle do sistema imunológico.

Outro suplemento que combina com a Glutamina é a Taurina, outro produto energético conhecido pelos atletas e praticantes de esporte. Ambos promovem a hidratação causando aumento das células e outros efeitos positivos no corpo.

glutamina

Outros possíveis benefícios da glutamina são: colaboração na síntese de um dos principais neurotransmissores no cérebro, o GABA, melhorando a função mental; saúde do revestimento do intestino; controla açúcar no sangue; diminui tempo de desgaste muscular e recuperação; diminui catabolismo; aumento da produção do ADH, hormônio de crescimento; desintoxicação de nitrogênio e amônia nos músculos; melhora do humor; entre outros.

Quais os tipos?

Existem basicamente dois tipos da Glutamina quando vendidos de modo suplementar nutritivo, que são o modo livre (L-Glutamina) e Glutamina peptídeo. Segundo informações pesquisadas na Internet, o tipo propício a fins musculares é a glutamina hidrolisada do trigo, a glutamina peptídica, já que a L-Glutamina atua diretamente no intestino não tendo efeitos musculares.

Estudos sobre a Glutamina

Existem estudos que comprovam que exercícios físicos intensos e de longa duração com corridas e outros esportes que exigem muito da pessoa podem diminuir a concentração de Glutamina no sangue em mais de 20%, daí vem importância da reposição alimentar deste suplemento o que vai diminuir o desgaste muscular durante e após treinos.

Alguns discordam que essa taxa de glutamina diminua devido aos exercícios físicos, mas não são contra a essa reposição, além da própria produção do corpo. A maioria dos estudos já concorda e aprova que a glutamina tem efeitos positivos em queimaduras, cirurgias e tudo mais que debilitem o corpo, mas mesmo assim não existem conclusões gerais ou evidências dessas afirmações.

Glutamina_formula_estrutura

 

Composição molecular da Glutamina.

Outros autores atestam que essas atividades de longa duração estimulam a conversão da glutamina em glicogênio através de uma conversão metabólica. Portanto dietas ricas em carboidratos acompanhadas de muito exercício físico, ainda mais se forem intensos e de muita força, são muito indicadas para quem precisa de energia! Glutamina tem todos seus benefícios, porém se a intensão for apenas repor energia para os exercícios, opte por outro tipo de carboidrato, como uma forma mais econômica.

Informações importantes

Você lê todos esses benefícios e já pensa em adquirir o produto, não? Mas cuidado aí, pois nunca foi comprovado que a Glutamina seja um potencializador muscular como muitos pensam e falam. Seu uso quando realizado do modo errado pode alterar níveis de outras substâncias no seu organismo, como a glicose e absorção de outros aminoácidos. Cuidado também vocês que são diabéticos, pois níveis de insulina e glicose podem ser afetados.

O ideal é se informar com nutricionista ou outro médico de saúde esportiva e exigir algo proporcional à sua necessidade, pois se você deseja massa muscular, outros produtos são focados nisso e bem mais eficazes, já que a reação da glutamina nesse ponto ainda é duvidosa e nunca foi comprovada tecnicamente. Se puder consumir, de acordo com seu médico, informe-se com ele sobre seus horários para consumir e também qual a quantidade de consumo necessária diária antes, durante ou depois dos treinos!

Esse artigo foi útil para você? Conta pra gente nos comentários.

Recomendamos para você:



1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem Votos Ainda)
Loading...

Comentar